Alguns dos melhores design systems da indústria

Ilustração de personagens a subir vários degraus alusivo ao conceito de exemplos de design systems

Quem se lembra do percurso de reconhecimento e afirmação da temática dos design systems nos últimos anos, por certo não poderá deixar de ficar espantado (e maravilhado) quando numa qualquer pesquisa online consegue encontrar tantos e tão bons exemplos de sistemas. Para além claro do aumento massivo de artigos sobre o tema nas comunidades de design, a quantidade de design systems, públicos e disponíveis para consulta que se consegue encontrar online não pode deixar de espantar qualquer curioso.

A par da quantidade é sobejamente evidente também a qualidade de muitos dos design systems disponíveis. Para além de um contributo importante para a comunidade que cada equipa faz ao partilhar o seu sistema de forma pública (todos nós nos inspiramos em alguma coisa) todos estes exemplos, são igualmente um contributo valioso para quem possa neste momento estar a começar este trabalho.

Alguns dos exemplos mais interessantes

A quantidade de exemplos disponíveis torna difícil perceber, pelo menos numa primeira análise, quais os design systems mais interessantes, isto se olharmos exclusivamente pela vertente da qualidade técnica e extensão do sistema. É certo que a dada altura a eleição dos “mais interessantes” terá tudo que ver com os critérios pessoais de quem tenta fazer essa seleção. Ainda assim, comparando as escolhas de uns e de outros, não será complicado encontrar alguns exemplos que se repetem e aí é que pode estar algum padrão interessante a ter em atenção.

Pessoalmente, se tivesse que responder à pergunta “Quais os design systems mais interessantes que conheces hoje em dia?”, confesso que a resposta daria algum trabalho. A par das referências recorrentes quando falamos de sistema de design, existem alguns outros exemplos que acredito que não merecem ser esquecidos numa lista do género.

Tentando elencar alguns dos exemplos mais interessantes de design systems atualmente na indústria, uns mais conhecidos que outros, a lista poderia muito bem incluir:

Ilustração de personagens a brincar com peças de lego alusivas às vantagens dos design systems no desenho do user interface

O mais interessante de cada exemplo

Por entre tantos, completos e interessantes exemplos poderá ser também importante tentar perceber em cada referência de design system, quais as suas mais-valias mais relevantes. Todas estas referências são sistemas bastante completos e que oferecem a quem os consulta visões muito evoluídas daquilo que pode ser um design system.

Ainda assim, analisando com mais detalhe, é possível encontrar em cada uma das referências, aspetos que tornam cada design system único e o diferenciam dos restantes.

Material Design (Google)

Carbon Design System (IBM)

Atlassian Design System (Atlassian)

Polaris (Shopify)

Global Experience Language (BBC)

Spectrum (Adobe)

Design (Goldman Sachs)

Fiori Design Guidelines (SAP)

Backpack (Skyscanner)

Garden (Zendesk)

Momentum Design (Cisco)

Oxygen (Repsol)

Lightning Design System (Salesforce)

Lexicon (Liferay)

Predix Design System (GE)

Mais exemplos para explorar

Quem trabalha em alguma das áreas do design, sabe que o trabalho de pesquisa é uma “never ending story”. Uma tarefa permanente e persistente para tentar encontrar e sistematizar as melhores e mais completas referências em cada um dos tópicos, muito relevantes para os desafios do dia a dia.

No caso dos design systems, mesmo podendo a partilha desta lista fornecer bastantes referências, é fundamental não circunscrever a pesquisa tão só a estas sugestões. Para completar todas as referências de design systems aqui sugeridas, poderás consultar esta colecção de Pinterest onde é possível encontrar muitos mais exemplos de sistemas.

Ilustração © Ana Rute Costa