Números

A avaliação de qualquer projeto ou produto digital, por exemplo através dos seus números de referência, é por norma, um exercício importante de retrospetiva. Embora muitas vezes o impacto de um produto ou a sua qualidade, possam ser difíceis de aferir, simplesmente através de indicadores numéricos, em última análise, estas são também métricas que podem ajudar a perceber os resultados obtidos até então.

É importante para qualquer projeto, gerar indicadores concretos de avaliação e o DXD não é excepção. Tendo uma missão focada na produção de conteúdos relacionados com uma série de áreas temáticas da disciplina de digital experience design

Alguns números a reter

Os números valem o que valem, mas ainda assim ajudam muitas vezes a criar algum retrato da realidade. No caso do DXD, não sendo, nem de perto nem de longe uma obsessão, através de alguns números é possível perceber um pouco melhor, algum do trabalho que tem sido desenvolvido na produção de novos conteúdos.

Aqui fica um apanhado relativamente simples das principais áreas de conteúdos e alguns dos números que resumem o caminho percorrido até ao momento. Os indicadores aqui apresentados, resumem os primeiros 14 meses de funcionamento do DXD.

  • Total de artigos publicados (232)
  • Artigos temáticos (72)
  • Artigos no dicionário (160)
  • Ferramentas no dicionário (99)
  • Projetos paralelos (6)
  • Mitos do dia a dia (40)
  • Dossiês temáticos (5)
  • Guias práticos (1)
  • Formações online (1)
  • Webinars (4)

Caminho a seguir

Todos estes números refletem grande parte do trabalho e contributo do DXD, através dos seus conteúdos, para a discussão e afirmação da disciplina de digital experience design, junto da comunidade de design em particular, mas principalmente da indústria digital em geral. Contudo, eles não são um ponto de chegada, mas sim, simplesmente, um ponto de passagem intermédio.

O desafio de refletir sobre as experiências e os produtos digitais que todos os dias as equipas de projeto pensam, desenham e desenvolvem, é um trabalho permanente e colaborativo. Todos os dias, com toda a humildade, o DXD tenta contribuir de alguma forma, com reflexão e partilha, para que as experiências digitais, sejam cada vez mais centradas nas pessoas a quem se destinam e muito menos em tudo o que lhe é secundário.